I want it all

Sempre que eu sei de você me invade esse quentinho no peito, misturado com uma angústia e uma dose enorme de saudade.
E aí eu rolo a noite inteira na cama, às vezes insone, às vezes sonhando com uma cama nunca mais arrumada; um Box pequeno demais; três sapinhos abraçados e sorridentes; o céu cinza mais feliz do mundo.
E por vezes a minha vontade de te abraçar uma outra vez me dói a barriga. Por vezes pensar que isso pode não acontecer me dá medo e ânsia de vômito.
Não que eu não esteja feliz, porque eu estou. Me sinto segura, amada, útil.
Mas se eu pudesse querer qualquer coisa no mundo, se eu tivesse um gênio da lâmpada, eu quereria ter tudo. E tudo eu sei que não posso ter.

Anúncios